Doador do Futuro – Semeando Esperança

Baixar PDF apresentação

O projeto “Doador do futuro: semeando esperança” pretende conscientizar adolescentes a partir dos 12 anos, sobre a importância de ser um doador de medula óssea. Isso, por meio da montagem e circulação de uma peça de teatro. As apresentações serão gratuitas. O objetivo é aumentar o número de doadores do país, para curar doenças do sangue e salvar vidas.

 

 

Pietro de Albuquerque nasceu dia 18 de março de 1989, em Passo Fundo. Foi pequeno para Porto Alegre. Era uma criança muito inteligente e esperta, e um adolescente tranquilo e criativo. Aos 16 anos publicou seu primeiro livro com título premonitório de “Dias Contados”. E deixou outro pronto: “Quem tem Coragem”, uma obra inédita que Pietro escreveu no hospital e deixou na memória de seu notebook.
A medula dele adoeceu em dezembro de 2007. Os primeiros sintomas foram tonturas e náuseas. Um dia desmaiou e, no hospital, foi constatada uma anemia profunda. Fez mais exames e chegou o diagnóstico. Pietro, com 18 anos, estava com leucemia mielóide aguda, uma das mais difíceis de curar, mata oito de cada 10 pacientes.
Durante 14 meses, Pietro lutou contra a doença. Foi uma intensa batalha na procura por um doador de medula compatível. Na época, o Banco de Medula do Brasil contava com apenas 750 mil doadores. Pietro demorou 10 meses para o primeiro transplante, realizado com dois cordões umbilicais armazenados e captados pelo SUS no exterior. A medula pegou e chegou a produzir sangue saudável, mas em 85 dias a doença voltou.
A segunda tentativa de transplante foi com a medula da mãe. Pietro enfrentou mais esta etapa, mas foi para o transplante com as últimas forças.
O quadro se complicou muito e 16 dias após o transplante, já todo ligado em tubos e diferentes aparelhos, ele faleceu, em 3 de fevereiro de 2009.
Pietro sempre foi muito confiante. Queria viver. Era corajoso, um guerreiro. A morte do Pietro não foi em vão.
O pai, então deputado federal Beto Albuquerque, aprovou projeto e o menino virou lei: a Lei Pietro. Sancionada em 22 de abril de 2009, a Lei 11.930 instituiu a Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula óssea. A proposta é mobilizar a sociedade para aumentar o número de doadores no país.

Serão 56 apresentações da peça, em oito cidades gaúchas que possuem hemocentro:

Alegrete
Cruz Alta
Passo Fundo
Pelotas
Santa Rosa
Santa Maria
Porto Alegre
Caxias do Sul

Além das apresentações, serão realizadas 20 oficinas de Contrapartida Social.

 

Tanto as apresentações, quanto oficinas, serão acessíveis a todos. Não será cobrado ingresso e haverá medidas para garantir o bem-estar de pessoas com deficiência, conforme forem as necessidades. As apresentações em teatros contarão com profissionais de Libras e audiodescrição.

Doador do Futuro – Semeando Esperança
PRONAC: 204317
CNPJ: 08.430.920/0001-51
Banco do Brasil (001)
Agência: 1484-2
Conta: 43.832-4
Código Identificador 1: CNPJ da empresa patrocinadora (Pessoa Jurídica) ou CPF do doador (Pessoa Física)
Código Identificador 2: Nº 01 patrocínio ou nº 02 doação

 

Administrador Copyright - Todos os direitos reservados Desenvolvido por A2